O que é a Materialidade?

A agenda de sustentabilidade é bastante ampla e inclui diversos temas nos âmbitos ambientais, sociais e de governança, referência à famosa sigla ESG (Environmental, Social and Governance). Mas, será que faz sentido que as empresas tentem atuar sobre todos os temas existentes? A resposta é não.

Cada modelo de negócio tem particularidades que fazem com que temas específicos, que têm maior correlação com suas atividades, sejam mais relevantes e demandem maior empenho. E como as empresas podem e devem definir esses temas?

Uma das boas práticas corporativas disseminadas globalmente e reforçadas por órgãos internacionais, como o Global Reporting Initiative (GRI), é a realização de Escuta aos Stakeholders, na qual a empresa consulta as suas principais partes interessadas para entender, segundo a visão deles, quais temas da sustentabilidade devem ser considerados prioritários pela empresa.

Essa consulta pode ocorrer de formas distintas, como por meio do envio de questionários ou realização de entrevistas. Seja qual for a metodologia, o importante é que ela contemple os principais grupos interessados no negócio, os stakeholders internos (colaboradores e lideranças) e os stakeholders externos (clientes, acionistas, fornecedores, comunidade, entre outros).

Com isso, a empresa consegue descobrir, segundo a visão de suas diversas partes interessadas, quais são os temas mais relevantes para o seu modelo de negócio e definir a sua Materialidade.

Como o Inter identificou sua Materialidade?

Com o crescimento no número de clientes do Inter, a diversificação da sua oferta de produtos e serviços e a sua abertura de capital em 2018, cresceu também a responsabilidade em relação às suas partes interessadas.

Por isso, em 2019, criou sua área de Sustentabilidade Empresarial, responsável por conduzir a primeira Escuta aos Stakeholders no mesmo ano. Ao todo foram 36 temas consultados e 10 selecionados como Temas Materiais do Inter.

E atualmente?

Com as evoluções pelas quais o Inter passou desde 2019, foi preciso atualizar sua Materialidade em 2021. Para isso, realizamos um benchmarking da materialidade setorial do SASB (Sustainability Accounting Standards Board) e do MSCI (Morgan Stanley Capital International), referências globais em ESG, com o intuito de descobrir quais eram os temas mais relevantes nos setores nos quais o Inter atua.

Em paralelo, também analisamos os Temas Materiais das dez maiores empresas brasileiras que atuam nos setores relacionados ao modelo de negócio do Inter: tecnologia, serviços bancários, gestão de investimentos, seguros, e-commerce e telecomunicação, afinal, o nosso Super App tem de tudo.

Como resultado, o Inter simplificou a Escuta aos Stakeholders, saindo de 36 temas consultados para 20. E se baseando nos pilares ESG, fundamentais na atuação em sustentabilidade, tanto os 36 temas anteriores quanto os 20 consultados em 2021 se relacionam com os Pilares FASG do Inter: Financeiro, Ambiental, Social e Governança.

Escuta aos Stakeholders 2021

Após a definição dos grupos que seriam consultados, o Inter lançou a Escuta aos Stakeholders 2021, com 17 grupos selecionados, entre eles os colaboradores, alta gestão, clientes, acionistas, especialistas de sustentabilidade, parceiros institucionais, mídia, auditores, concorrentes, agências de rating, entidades representativas, reguladores, governo, fornecedores, sindicatos, vizinhança e sociedade.

A Escuta, que foi realizada por meio de um questionário digital, obteve 6.407 respostas, sendo 5.550 stakeholders externos e 857 colaboradores sangue laranja, números bastante representativos para esse tipo de pesquisa.

Foi adotada uma estratégia de divulgação e coleta de respostas que utilizou as redes sociais, e-mails marketing, canais de comunicação interna e pontos de contato diretos com os stakeholders.

Com esses resultados, foram selecionados os 8 novos Temas Materiais para o Inter:

  • Ética, Integridade e Transparência;
  • Experiência do Cliente;
  • Educação Financeira;
  • Privacidade e Segurança Digital;
  • Desempenho Econômico;
  • Diversidade e Igualdade;
  • Inovação e Negócios;
  • Marca e Reputação.

Além da atuação nos Temas Materiais, o Inter também trabalha nos demais temas consultados, uma vez que eles possuem correlação direta com o modelo de negócio e fazem parte de uma Agenda Institucional, monitorada continuamente. São eles:

  • Inclusão Digital
  • Conectividade
  • Gerenciamento de Riscos
  • Gestão da Cadeia de Valor
  • Cultura Organizacional
  • Atração e Retenção de Talentos
  • Investimento Sustentável
  • Crédito Sustentável
  • Responsabilidade Social
  • Consumo Consciente
  • Mudanças Climáticas
  • Energia Renovável

Com a definição da Materialidade do Inter, nos comprometemos em atuar sobre os temas como forma de atender as expectativas de nossos principais stakeholders, minimizar riscos e aproveitar oportunidades relativos ao nosso modelo de negócio.

Citação

Esses temas são os guias da nossa Estratégia de Sustentabilidade e do processo de Integração ESG que realizamos de diversas formas na instituição. Entendemos que a Materialidade é o nosso principal guia para a geração de valor compartilhado entre nossos diversos stakeholders e para a nossa melhoria contínua no que tange aos nossos impactos.

- Christiano Rohlfs, Gerente de Sustentabilidade Empresarial no Inter

Quer saber mais sobre como o Inter gerencia a sua materialidade? Acesse o Relatório Anual 2021.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre investimentos, educação financeira e novos produtos

Gostou? Compartilhe