Cuidando do seu dinheiro

Como aumentar seu score de crédito

Publicado em 16/12/2020

O ano de 2020 ficará guardado na memória pelas mudanças que trouxe nos hábitos e na vida de milhões de pessoas. Mas na reta final de meses tão desafiadores é ainda mais importante ser otimista e traçar planos para o futuro.

É bem provável que suas metas envolvam um componente financeiro seja para viajar mais, abrir um negócio, fazer um curso, ter um imóvel ou sair da casa dos pais. E para todos estes objetivos é preciso ter algo em comum: crédito na praça!

No post de hoje compartilhamos dicas simples e práticas para você aumentar seu score de crédito e retomar as rédeas de sua vida financeira.

O que é o score de crédito?

O score é uma métrica que reflete seu relacionamento com o mercado de crédito como consumidor.

É uma nota atribuída por instituições de análise de crédito como o SPC, Serasa e Boa Vista, que vai de 0 a 1000 , indicando a probabilidade de uma pessoa cumprir seus compromissos financeiros em um espaço de 12 meses.

Atualmente, o score está dividido em 3 faixas:

  • 0 a 300 – cliente de alto risco
  • 301 a 700 – cliente de médio risco
  • 701 a 1000 – cliente de baixo risco

Por que eu devo me preocupar com o meu score?

O score sempre é consultado por bancos e instituições financeiras na hora de conceder produtos como cartão de crédito, financiamento e empréstimo.

É quase como um selo que indica se você é um bom ou mau pagador, e cá para nós: ninguém vai emprestar dinheiro para alguém sabendo que tem grandes chances de não receber, certo?

Como aumentar seu score de crédito

O score de crédito é uma pontuação dinâmica, ou seja, se você já teve uma pontuação baixa em algum momento pode aumentá-la adotando novos hábitos, e vice versa.

Antes de mais nada, sugerimos que você acompanhe sua nota, periodicamente, para saber qual das medidas que vamos citar aqui podem ser aplicadas em sua rotina.

A consulta pode ser feita online e é gratuita!

Mantenha um planejamento financeiro

Ter um planejamento financeiro é o primeiro passo para garantir que você não vai gastar mais do que ganha e em um nível macro, permite visualizar quanto de dinheiro você consegue poupar ou investir.

E não precisa ser algo difícil!

Alguns aplicativos de controles de gastos já possuem opções de integração com o seu banco e cada transação financeira é coletada de forma automática sem a necessidade de preencher planilhas (mas se quiser, pode).

Pesquise antes de comprar

Com a facilidade de fazer compras online, a gente acabou se esquecendo um hábito que nos acompanha a gerações: a pechincha. Antes de adquirir ou contratar qualquer serviço, lembre-se de comparar preços, condições de pagamento e juros. Seu bolso agradece!

Utilize apenas 30% do seu limite de crédito

O cartão é um dos produtos de crédito mais populares, mas possui juros rotativos altos, isso significa que se você paga a fatura em atraso ou paga o valor mínimo, pode até quadruplicar sua dívida em um espaço de um ano.

Para evitar esse cenário alguns especialistas recomendam utilizar apenas 30% do limite do cartão, mensalmente. Ou seja, se você ganha R$1500,00 por mês, deve gastar no máximo R$450,00. O limite de crédito também nunca deve ultrapassar 20% de sua renda líquida atual para você não cair na tentação de passar no crédito.

Fuja do cheque especial

O cheque especial é um limite concedido pelos bancos, baseado no relacionamento da instituição com o correntista, e funciona como uma reserva de emergência para quando o dinheiro na conta acaba.

Assim como o cartão de crédito ele possui juros rotativos altos e exponenciais, mas com um diferencial que o torna ainda mais perigoso: você pode contratá-lo sem perceber, ao fazer uma compra no débito sem consultar o saldo. Resumindo, evite.

Mantenha um bom histórico de pagamento

Seu score oscila cada vez que você atrasa um pagamento, mesmo que seja por apenas um dia. Para evitar os atrasos (e a perda de pontos) coloque suas despesas fixas no débito automático e escolha datas de vencimento próximas ao dia que seu salário cai na conta.

Tenha contas no seu nome

As empresas precisam ter seu histórico de pagamentos para atestar se você é ou não um bom pagador, e isso só é possível se você tiver contas em seu nome, por mais irônico que isso possa parecer.

Então, se você já paga alguma conta em casa e ela está no nome de outra pessoa, é interessante transferi-la para seu CPF e, é claro, continuar pagando em dia!

Quite suas dívidas ativas

Pagamentos em muitas parcelas geram juros e são prejudiciais para conseguir novos aportes de crédito, já que boa parte da sua renda está comprometida. Que tal aproveitar o final de ano e a entrada do décimo terceiro para adiantar parcelas ou quitar suas dívidas ativas?

Vale lembrar que pagar contas com antecedência não impacta imediatamente em seu score, mas é benéfico para sua pontuação a longo prazo.

Mantenha seu nome limpo

Quando um cliente fica inadimplente as empresas entram em contato por telefone ou carta até que ele quite o débito. Se isso não acontece no prazo de 90 dias, essa pessoa é notificada pelas instituições de crédito de que seu nome será negativado. Caso siga sem pagar a dívida, o CPF ficará com restrições enquanto a pendência estiver ativa ou por um prazo de até 5 anos.

Após este período, a dívida deixa de constar no score de crédito, mas ao contrário do que muita gente diz por aí ela não expira! O pagamento continuará em aberto com a até que o débito seja quitado. Nem precisa dizer que enquanto tudo isso acontece, o crédito segue restrito.

Mas as consequências de ter o nome negativado vão muito além de não conseguir crédito no banco. Você não poderá prestar concurso, se matricular em instituições de ensino privadas e pode até perder oportunidades de emprego. Um baita transtorno.

Mas calma, que existem opções para sair dessa!

Aproveite feirões de negociação de dívidas

Todos os anos financeiras e empresas de crédito realizam feirões de negociação de dívidas para quem deseja fazer o pagamento e “limpar o nome”.

Nesses eventos é possível negociar juros mais vantajosos e condições de pagamento que cabem no seu bolso. Fique de olho no calendário dessas instituições para quitar suas dívidas antigas.

Se preferir negociar por conta própria, dá para usar o Score Turbo oferecido pelo Serasa para visualizar suas dívidas em aberto, negociá-las e fazer o pagamento. Assim que o pagamento for reconhecido seu score é “turbinado” em um prazo de até 72 horas.

Após limpar seu nome você pode tudo, até se tornar um investidor. Saiba mais neste vídeo.

Mantenha seus dados cadastrais atualizados

Ter os dados cadastrais como telefone e endereço atualizados dá credibilidade ao seu perfil e mostra que você está disponível para que as empresas entrem em contato, resultado = pontos extras no score.

Ative o cadastro positivo

O cadastro positivo funciona como um currículo de pagamentos e é um dos fatores avaliados na hora de definir seu score. Antigamente, era necessário se cadastrar no serviço, mas agora seu perfil é criado, automaticamente, a partir do primeiro pagamento feito em seu CPF.

Quando consultar seu score aproveite para confirmar se a funcionalidade já está ativa em seu perfil.

Evite solicitar crédito o tempo todo

Cada vez que uma empresa consulta seu score ele sofre uma alteração negativa, pois o algoritmo entende que você está pedindo uma nova linha de crédito no mercado.

Para que isso não aconteça, evite contratar vários produtos de crédito em um curto espaço de tempo. Pesquise aquela que atenda suas necessidades financeiras e faça uma contratação única.

Score não é só para CPF

Assim como cada indivíduo possui um score de crédito, as empresas possuem um score empresarial que reflete seu comportamento financeiro e que também é consultado na hora de conceder novas linhas de crédito.

Aqui no Inter são oferecidos produtos financeiros para o pequeno ou médio empreendedor que necessita de um fôlego extra para pagar as contas e manter seu negócio funcionando.

Veja algumas opções.

Peac maquininhas

A Peac maquininhas é uma modalidade de crédito que integra o Programa Emergencial de Acesso ao Crédito, criado pelo BNDES, no qual o empreendedor dá uma porcentagem dos ganhos futuros de sua maquininha como garantia de pagamento da dívida.

O Inter é uma das 7 instituições financeiras que estão autorizadas a oferecer esse tipo de empréstimo.

>> Conheça as regras da Peac maquininhas

Mas atenção, por ser uma medida emergencial a contratação do Peac maquininhas só poderá ser feita até o dia 31/12/2020.

Antecipação de recebíveis

A antecipação de recebíveis possibilita que você adiante o recebimento do valor das vendas feitas por cartão de crédito, à vista ou parceladas, descontando apenas uma taxa referente a operação. No Inter a taxa é de 1%, uma das menores do mercado!
Ou seja, se o cliente fizer uma compra parcelada você só teria o pagamento total de acordo com o vencimento de cada parcela. Antecipando os recebíveis, você recebe o valor em até 1 dia útil, sem burocracia, e pode usá-lo para manter sua operação rodando.

Home equity

O Home Equity é um tipo de empréstimo no qual você oferece seu imóvel como garantia de pagamento, sendo uma das opções mais seguras do mercado para o cliente e para a instituição financeira.

No Inter, o valor do crédito pode chegar a até 50% do valor do imóvel. Ou seja, um imóvel de 400 mil reais garante crédito de até 200 mil reais, com taxas a partir de 1% a.m. e com a primeira parcela só depois de 6 meses da contratação.

No Home Equity são aceitos tanto imóveis comerciais como residenciais, já quitados ou ainda financiados.

Crédito acessível é no Inter!

Pessoas física ou PJ? O Inter oferece produtos acessíveis para todos. Abra já sua conta e desfrute das vantagens de ter uma plataforma de serviços completa.

Gostou? Compartilhe

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre investimentos, educação financeira e novos produtos