Cuidando do seu dinheiro

Rock in Rio: como juntar dinheiro para ir ao festival?

Publicado em 07/09/2021

Com os sinais de um possível (ainda que demorado e cauteloso) retorno à vida normal, os grandes eventos começam a retomar sua forma e a reforçar o planejamento para o próximo ano. E é claro que o lendário Rock In Rio já é aguardado com grandes expectativas e uma enorme ansiedade por parte do público.

Caso a pandemia esteja devidamente controlada e a realização seja segura, o festival acontecerá nos dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

E todo mundo sabe que, de forma proporcional à grandeza do evento, vem o tamanho do investimento no ingresso. A boa notícia é que, com um bom planejamento, dá pra pagar tudo sem sofrimento.

Ingressos e preços

Existem 3 formas de adquirir seu ingresso para o festival.

1.  Rock in Rio Card

Com o Rock in Rio Card você já garante o seu lugar na Cidade do Rock e escolhe posteriormente, com boa parte do line-up já anunciado, o dia de sua preferência. Cada Card é válido para apenas um único acesso no festival.

A primeira venda de ingressos começa no dia 21 de setembro. Após a compra, a pessoa terá de 23 de novembro de 2021 a 1º de abril de 2022 para escolher o dia do festival que deseja ir.

Os valores do Rock in Rio Card nas três últimas edições foram os seguintes: R$ 495 (2019), R$ 435 (2017) e R$ 320 (2015).  Para 2022, o valor da entrada será R$ 545,00 (inteira) e R$ 272,50 (meia-entrada).

2.  Ingressos diários

Nos primeiros meses de 2022 será realizada a venda de ingressos diários. Ou seja, diferentemente do Rock in Rio Card, você já compra para o dia exato que gostaria de ir. Até lá, as principais atrações já terão sido reveladas, incluindo os headliners de cada uma das datas.

O histórico de valores nas três últimas edições foi o seguinte: R$ 525 (2019), R$ 455 (2017) e R$ 320(2015). Para 2022, o preço diário será o mesmo do Rock In rio Card: R$ 545,00 (inteira) e R$ 272,50 (meia-entrada) para cada dia de festival.

3. Rock in Rio Club 10 anos

Com o valor de R$ 649, foi criada uma venda especial do plano de fãs Rock in Rio Club, em comemoração aos 10 anos da comunidade. Esse clube de associados oferece diversas vantagens antes e durante o festival, incluindo uma pré-venda exclusiva dos ingressos, no dia 16 de setembro de 2021.

O plano também dá direito a um lounge exclusivo na Cidade do Rock com ar-condicionado, lugar para descanso, banheiros, rooftop com vista para o palco New Dance Order, bares, telão e DJ, além de acesso à Cidade do Rock 30 minutos antes da abertura oficial dos portões, filas exclusivas na entrada e muito mais.

4. Outras modalidades

Venda extraordinária: A venda extraordinária acontece a poucos meses do pontapé inicial do Rock in Rio. O lote disponibilizado é de boletos que não foram pagos durante o período oficial de vendas.

Pacotes de viagem: Algumas agências de viagens possibilitam a compra de pacotes de transporte e hospedagem já com ingressos inclusos.

Como juntar dinheiro para o o Rock in Rio

No Rock in Rio 2022 serão 7 dias de shows com atrações variadas que vão desde o heavy metal do Iron Maiden até o pop de Justin Bieber, confira o line up aqui. 

Supondo que você queira ir em todos os dias de festival, o valor dos ingressos ficaria entre R$1907,50 (ingressos meia-entrada) e R$3.815,00 (preço cheio). Soma-se a isso os gastos com deslocamento, alimentação, viagem e hospedagem, caso você não seja do Rio de Janeiro.

Como a conta vai variar bastante de acordo com o local de saída de cada um, vamos dar algumas dicas gerais para você se planejar financeiramente. Confira!

  1. Faça um planejamento para o evento;
  2. Defina uma meta para juntar por mês;
  3. Corte gastos extras durante o período;
  4. Aplique o valor em algum investimento de Renda Fixa;
  5. Acompanhe promoções de passagens e hospedagens;
  6. Dica Bônus!

Faça um planejamento do evento

Como falamos anteriormente, cada pessoa terá um planejamento: algumas pessoas vão gastar mais com deslocamento, dependendo do local da cidade onde moram, outras vão ter que viajar para assistir os shows.

Por isso, o primeiro passo é fazer um plano para o evento.

Em uma planilha coloque as seguintes informações: valor do ingresso, custo das passagens, gastos com deslocamento, hospedagem e alimentação.

A maioria desses gastos será uma estimativa, pois os valores podem sofrer alterações até lá devido a fatores como a inflação, mas ao estabelecer um valor mínimo e máximo para cada despesa você já estará pronto para o próximo passo.

Defina uma meta para juntar por mês

A compra dos ingressos já começa em setembro, isso significa que você terá pouquíssimo tempo para juntar o dinheiro à vista.Por isso, o mais recomendado é que você faça a compra a prazo. No caso dos ingressos, o pagamento pode ser dividido em até 6x, o que daria seis parcelas de R$317,91, caso você adquira a meia-entrada, e R$635,83, para a inteira.

Esse seria, o valor mínimo que você precisaria juntar nesses primeiros seis meses (lembre-se de fazer o cálculo considerando a quantidade de dias que você pretende ir ao festival). Em nosso blog, a gente mostra como você pode juntar mais de 7.000 em um ano começando com apenas R$5, essa quantia será mais que suficiente para cobrir os custos com o festival.

Corte gastos extras durante esse período

Qualquer objetivo que implique em juntar dinheiro vai envolver ajustes no seu orçamento atual para que a realização do sonho não impacte tanto sua rotina.

A forma mais fácil de ajustar seu orçamento é cancelando serviços que você utiliza pouco, observando gastos que podem ser cortados e adotando hábitos mais econômicos que possam ajudar a poupar energia ou água em casa.

Pode parecer pouco, mas de centavo em centavo você conseguirá economizar o valor para pelo menos umas das despesas da sua viagem. Lembre-se que ainda falta um ano!

Aplique o valor em algum investimento de Renda Fixa

Um erro muito comum quando estamos juntando dinheiro é deixar o valor parado na conta ou aplicar na poupança. Parado na conta o dinheiro pode ser consumido por taxas, dependendo da sua instituição financeira, e você também tem menos separação entre o dinheiro que pode ou não ser gasto.

Já na poupança, o dinheiro aplicado, embora esteja seguro, rende abaixo da inflação, ou seja, com o passar do tempo você está perdendo poder de compra ao invés de ganhar e isso é tudo o que a gente não quer. (Veja quanto a poupança rendeu em 2021).

Existem algumas opções tão seguras quanto a poupança e que podem ser mais interessantes para esse período, como, por exemplo, o CDB de liquidez diária do Inter, que rende até 102% do CDI. Ou as LCIs de 90 e180 dias, para quem pode abrir mão da liquidez diária por períodos curtos em troca de um investimento que rende acima da poupança e que é isento de Imposto de Renda.

Fique de olho em promoções

A dica seguinte vale para quem vai precisar viajar até a cidade onde acontece o evento e é: fique de olho em promoções de passagens ou hospedagem. Você pode fazer isso ativando as notificações do Google Flights, se inscrevendo em sites de companhias aéreas e seguindo perfis de viagens nas redes sociais.

Dessa forma, você aumenta suas chances de achar passagens com condições que cabem no seu bolso.

Dica extra: use o Inter Travel

Se for precisar de passagens de avião, a dica certa é comprar na Inter Travel, dentro do app do Inter. Pela nossa plataforma, além de ter acesso a passagens de várias companhias aéreas e pelo melhor preço, você recebe cashback direto na conta ao comprar a passagem com seu cartão Inter. Não são pontos: é dinheiro de volta na conta para gastar como quiser, inclusive durante a sua viagem!

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre investimentos, educação financeira e novos produtos

Gostou? Compartilhe