Para simplificar a vida Inter Bank

Financiamento Imobiliário: o que você precisa saber

Publicado em 27/04/2021

Realizar o sonho da casa própria é o desejo de muitos brasileiros. E apesar das grandes mudanças que sofremos, 2020 foi um ano decisivo para várias famílias que se planejaram na hora de comprar um novo imóvel. Algo que tende a continuar em 2021.

Se esse é o seu caso, confira tudo o que você precisa saber para fazer o seu financiamento imobiliário no Inter e entenda como a economia do país influencia na hora de tomar essa decisão.

As mudanças na Selic

Vamos começar dando um panorama geral de como estamos atualmente. Para isso, não dá pra deixar de falar sobre a Selic: a taxa de juros básica da nossa economia.

Como é a principal referência para a definição dos juros praticados pelo mercado, a Selic interfere diretamente no custo do crédito. Quanto mais alta, maiores são os juros do cartão de crédito, cheque especial, financiamento imobiliário e outros tipos de crédito oferecidos pelos bancos. Por outro lado, quando a taxa cai, as instituições tendem a reduzir os juros.

Em janeiro de 2021, começamos o ano com a taxa Selic em 2,27%, um valor bem baixo e que segue a linha dos acontecimentos de 2020. Porém, segundo o Relatório Focus, a expectativa da taxa Selic no fim de 2021 passou de 5,25% para 5,50%, algo que tende a continuar crescendo em 2022.

Além da Selic, a inflação é outro fator que também influencia quem está buscando um financiamento imobiliário. Isso porque o valor das parcelas também é reajustado de acordo com a variação do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). Para o mercado, a expectativa é de que a inflação em 2021 chegue a 5,01%.

É um bom momento para financiar meu imóvel?

Observando o atual cenário do mercado, em que há uma perspectiva de aumento de juros, surge essa dúvida na cabeça dos brasileiros.

Para responder, deve-se levar em conta que essas taxas de juros estão em uma crescente, ou seja, o mercado imobiliário pode sofrer nova valorização com a melhoria dos indicadores econômicos. Por isso, pode ser sim uma boa hora para aproveitar os preços e fechar negócio antes que os juros aumentem.

Porque financiar seu imóvel no Inter

Um financiamento rápido e prático pode ser a diferença entre fazer um bom negócio e perder uma oportunidade. Além de desperdício de tempo, um financiamento imobiliário burocrático traz custos desnecessários. Para evitar complicações, procure uma instituição com processos mais modernos e transparentes.

No Inter, por exemplo, o processo de análise de crédito é 100% online. Ou seja, você não perde tempo em peregrinações às agências bancárias, nem nas filas de atendimento – algo que deve ser ainda mais evitado devido o momento atual.

Financiamos até 70% do valor do seu imóvel residencial ou comercial, novo ou usado, para pagar em até 360 meses (30 anos).

Possuímos uma análise flexível, que permite a composição de renda com pessoas que não se têm parentesco, e com a possibilidade de debitar a parcela automaticamente da sua Conta Digital para não correr o risco de atrasos no pagamento.

Pensado para simplificar a sua vida e te ajudar a realizar o seu sonho da casa própria, o financiamento imobiliário no Inter conta com diversas outras vantagens:

  • Time Especializado;
  • Transparências nas taxas;
  • Taxas não condicionadas à contratação de outros produtos e serviços;
  • Sem obrigatoriedade de portabilidade de salário;
  • Laudo pode ser financiado no contrato;
  • Despesas podem ser financiadas no contrato;
  • Uma análise de crédito flexível, personalizada e individual para cada cliente;
  • A liberação do recurso está entre as mais ágeis do mercado.

Além, é claro, de uma conta digital gratuita e com uma plataforma completa na palma da sua mão para te ajudar a resolver tudo o que você precisa no dia a dia!

Como é feita a análise de crédito do Financiamento Imobiliário?

Para fazer a sua análise de crédito é preciso que você faça a simulação do Financiamento Imobiliário em nosso site. Assim, vamos analisar se sua solicitação se encaixa em nossas políticas de crédito imobiliário. Nessa etapa do processo, vamos precisar também de alguns documentos para entender melhor o seu perfil.

Para quem é Pessoa Física, essas são as documentações necessárias:

  • Documentos do comprador: RG e CPF; certidão de nascimento ou de casamento; comprovante de endereço atualizado (até 3 meses); declaração de saúde.
  • Comprovação de renda: holerites ou extratos bancários dos últimos 3 meses; declaração completa e recibo de ir (último exercício).
  • Documentos do vendedor: RG e CPF ou CNPJ comprovante de endereço atualizado (até 3 meses);
  • Documentos do imóvel: matrícula do imóvel; fotos do imóvel; IPTU do imóvel.
  • Documentos complementares poderão ser solicitados ao longo da operação.

Caso esteja querendo financiar para Pessoa Jurídica, entre em contato com a gente para saber qual a documentação necessária: 3003 4070 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 940 0007 (demais regiões).

Faça a portabilidade do financiamento

O financiamento no Inter parece o melhor para você, mas já iniciou o processo em outra instituição? Não tem problema, é possível fazer a possibilidade para o Inter e aproveitar as vantagens!

Com essa mudança, é possível conseguir melhores condições do que as já vigentes no contrato de origem e você passa a pagar as parcelas remanescentes pelo Inter. Quem é pessoa física e titular de um financiamento imobiliário com, no mínimo, 30% do valor já quitado pode pedir a portabilidade.

Se ainda tá na dúvida se essa é a melhor opção, confira 5 regras para fazer a portabilidade do financiamento imobiliário que podem te ajudar a tomar essa decisão.

Você mais perto de realizar seu sonho

Agora que você já conhece a situação do mercado atual e as vantagens do financiamento imobiliário no Inter, tá na hora de começar a se planejar para realizar o sonho da casa própria!

E para ficar ainda mais por dentro de todo o processo, conheça o nosso Dicionário do Financiamento Imobiliário. Lá a gente descomplica aquela linguagem complicada presente nos contratos e te ajuda a entender melhor quais as partes importantes de se atentar na hora de financiar um imóvel.

Qualquer dúvida, deixa nos comentários!

Gostou? Compartilhe

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre investimentos, educação financeira e novos produtos