Se você é MEI (Microempreendedor Individual) provavelmente já deve ter pensado em solicitar algum empréstimo: seja para realizar melhorias na prestação do seu serviço, para cobrir uma demanda ou até mesmo para aumentar a escala. Não faltam situações em que um dinheiro extra ajuda a colocar certas coisas em dia.

Agora, você sabe como é possível solicitar esse tipo de operação? Fique tranquilo. Nós vamos te contar tudo por aqui 💰

Como funciona o empréstimo para MEI?

Primeiro, vamos entender o que é MEI. Microempreendedor Individual é aquele profissional que atua por conta própria, ou seja, tem um registro de pequeno empresário, com CNPJ, e atua em uma das quase 500 modalidades de serviços, comercio ou indústria.

Apesar disso, ele não pode ser configurado como uma pessoa jurídica. O que, de certa forma, pode ser benéfico: já que consegue ter isenção em alguns tipos de impostos e até facilidade na contratação de crédito. Por isso, contratar empréstimo sendo MEI é até mais fácil do que outras categorias.

No empréstimo com garantia de imóvel, o máximo para receber como empréstimo é de R$ 100 mil. No caso de microcrédito, o teto é R$ 21 mil.

Quais os documentos necessários para empréstimo MEI?

Se enquadrando nos quesitos para solicitar um empréstimo, o profissional deve ter em mãos alguns documentos básicos, até parecidos com os necessários para uma pessoa física que deseja pedir uma contratação de crédito.

Basicamente são: 

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de MEI, disponível para emissão no Portal do Empreendedor;
  • Comprovante de renda, podendo ser inclusive da declaração de Imposto de Renda;
  • Comprovante de residência de pelo menos 90 dias e dados bancários. 

Em alguns casos, se o profissional tiver um endereço comercial, esse comprovante também pode ser necessário.

Como solicitar empréstimo para MEI online?

Primeiro, defina a instituição financeira na qual você gostaria de checar as condições. No Inter, você consegue diversas opções de crédito corporativo. Esse passo é importante para entender se, por exemplo, aquela instituição permite empréstimo para pessoas que estejam negativadas. Além disso, você também pode consultar o status do seu CNPJ para saber se está tudo certo e se há alguma pendência, por exemplo.

Identificando tudo isso, alguns passos são necessários: Primeiro, fique atento à apresentação da proposta, adicionando todos os dados necessários, e tente deixar claro qual é a finalidade do dinheiro. Isso pode ajudar na contratação. Mais adiante, neste artigo, apresentaremos algumas possibilidades de onde alocar esse recurso.

Depois é a hora da análise do crédito, quando a instituição verificará se de fato o solicitante conseguirá quitar as prestações. Deu tudo certo? O depósito cairá na conta corrente informada na inscrição.

Quando vale a pena pegar um empréstimo?

Falamos acima sobre como solicitar um empréstimo e a importância de descrever, na proposta, o porquê do pedido daquele dinheiro. Agora, vamos pensar em possibilidades de inserir essa verba no seu negócio e como isso pode ajudar a alavancar seu empreendimento.

O empréstimo solicitado pode te ajudar a dar um up nas ferramentas necessárias para a execução de seu trabalho, ou até mesmo na estrutura onde ele é feito. Seja em um estabelecimento físico ou em algum tipo de oficina. Enfim, o recurso pode ajudar a melhorar o processo de entrega do produto ao cliente e até mesmo na qualidade do que é realizado na ponta. Bom para o microempreendedor, que pode aumentar a escala, e bom para o cliente final.

Além disso, com o crédito em mãos, o MEI consegue fazer atendimentos de datas comemorativas. Pense: se uma confeiteira quer começar a se preparar para a Páscoa, mas não tem o dinheiro ainda, com um empréstimo ela pode conseguir o recurso para comprar os ingredientes, já que o lucro virá ao longo do período, com as encomendas chegando.

Os cuidados!

Mas, atenção. É necessário ter cuidado ao solicitar um empréstimo. Afinal, não é recomendado que seja pedido além do que é, de fato, necessário. E nem é tão plausível pegar de menos, já que ainda poderá continuar com dívidas. Para evitar o excesso e a falta, verifique com antecedência sua situação e aja com segurança.

Quais tipos de empréstimo um MEI pode pegar?

Tendo consciência do que deseja, onde quer chegar e o planejamento de sua saúde financeira, alguns tipos de empréstimo podem ser solicitados:

Empréstimo com garantia para MEI

Essa é uma possibilidade para quem tem, por exemplo, algum veículo ou algum imóvel e que queira colocá-lo como garantia para solicitação de um empréstimo. Essa garantia pode ter relevância para a instituição financeira no momento em que ela recebe sua solicitação.

Cartão BNDES

Com cartão BNDES, o crédito pode ser pré-aprovado para aquisição de bens e serviços credenciados no Portal de Operações. São até 48 parcelas mensais, fixas e iguais, e a taxa é definida mensalmente. No momento da compra, a taxa em vigor é fixada e se mantém inalterada até o término do financiamento.

Capital de giro

Para conseguir capital de giro, o MEI que quiser solicitar à Caixa Econômica Federal deverá estar com sua documentação regularizada. Nessa modalidade, que depende da avaliação da instituição, a garantia é do Sebrae, com utilização do Fampe (Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas) e pode ajudar a dar um gás para os pequenos negócios. O valor emprestado pode chegar até R$ 12,5 mil.

Linha de microcrédito

Com financiamentos de até R$ 20 mil a microempreendedores formais e informais, pelo menos conforme o BNDES – um dos ofertantes desse tipo de empréstimo. A operação é negociada entre o agente operador e o cliente, não podendo passar de 4% ao mês, considerando-se todos os encargos. Mas há opções de microcrédito em diversas instituições financeiras. Faça uma pesquisa na sua.

Cheque especial PJ

Conhece o cheque especial tradicional? Pois bem. É igual, mas para empresas. Nesse caso, para que o crédito seja pré-aprovado, é possível que as instituições peçam uma Declaração de Imposto de Renda ou uma Decore (Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos). Atenção: essa é a linha de crédito com maiores taxas de juros. Avalie sempre conforme for a sua necessidade.

Perguntas frequentes dobre empréstimo para MEI

Como pegar empréstimo de MEI?

Solicite uma proposta junto à instituição financeira de sua escolha. Leve em conta o valor necessário e dê informações sobre o destino daquele recurso. Saiba mais sobre Empréstimo para MEI.

Quais os tipos de empréstimo para MEI?

Há opções que levam em conta garantia com algum imóvel, por exemplo, com cartão do BNDES, e as modalidades de capital de giro e cheque especial. Conheça o Empréstimo para MEI.

Qual o valor máximo que o MEI pode pegar de empréstimo?

Com garantia de imóvel, o máximo é de R$ 100 mil. No caso de microcrédito, o teto é R$ 21 mil. Veja como solicitar o empréstimo para MEI.

https://static.bancointer.com.br/blog/author/images/f7d9437c325c4b948511f1408fa76e54_microsoftteams-image-113.png
Lucas Eduardo SoaresAnalista de Conteúdo

Jornalista e repórter do Inset. Escrevo sobre economia, finanças e tudo mais que simplifique o seu bolso e a sua vida.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre investimentos, educação financeira e novos produtos

Gostou? Compartilhe
Assuntos relacionados
Para o empreendedor
MEI declara Imposto de Renda?

Você é MEI e quer saber se está em dia com suas obrigações fiscais? Confira...

Leia mais
Para o empreendedor
Empréstimo para abrir um negócio?

Você calculou o investimento necessário para abrir seu negócio e aí percebeu que não tem...

Leia mais
Para simplificar a vida Inter Bank
3 situações em que um empréstimo pode ser a solução!

Fazer um empréstimo não significa complicar sua vida financeira. O importante é escolher o...

Leia mais
Para o empreendedor
Como abrir conta MEI no Inter?

Abra sua conta MEI 100% gratuita e livre de tarifas do Inter e simplifique a...

Leia mais