De olho no mercado

IPO humano: já pensou em investir no tempo de alguém?

Publicado em 04/08/2021

Se você é investidor, acompanha notícias de economia ou tem interesse pelo tema, provavelmente já ouviu falar sobre IPO. A sigla – do inglês initial public offering – significa Oferta Pública Inicial e representa a abertura de capital de uma empresa pela primeira vez para vender ações para o público. Esse processo tem o objetivo de atrair sócios para o negócio, já que as ações compradas pelos investidores são como uma "fatia" de sociedade da empresa.

A novidade é que agora, além de cotas de organizações, será possível negociar papéis para comprar um tempo de bate-papo com o craque Pelé. 

Já imaginou conversar cara a cara – ou, nesse caso, tela a tela – com o ídolo? O rei do futebol anunciou que vai integrar o programa da Human IPO, uma plataforma que funciona como bolsa de valores para vender o tempo de profissionais de destaque. A intenção com a negociação é arrecadar recursos para a The Pelé Foundation, a instituição sem fins lucrativos do craque. 

Como funciona um IPO tradicional?

Antes de falar sobre o IPO do Pelé, precisamos entender como funciona um IPO tradicional. 

No Brasil, a oferta pública inicial é negociada na B3, a bolsa de valores do país. Para que o processo seja realizado, as empresas precisam cumprir um programa de exigências, atender todos os critérios dos órgãos reguladores e fornecer dados detalhados sobre a administração e, principalmente, sobre o que pretende fazer com o dinheiro captado. 

Ao ser autorizada a oferecer as ações, a empresa inicia o período de reserva do IPO. Durante esse prazo, os investidores interessados podem solicitar a compra das cotas. Caso a companhia consiga captar a quantia esperada com a venda dos papéis, a transação é concluída e os investidores que fizeram a reserva e tiveram as ofertas aprovadas se tornam sócios daquela companhia.

Vale destacar que há dois tipos de IPO: o primário e o secundário. O primário ocorre quando a empresa emite novas ações e angaria recursos para o caixa da organização, aumentando sua base de acionistas. Já o secundário acontece quando a companhia coloca à venda papéis de sócios que optaram por reduzir a participação no negócio. 

Entenda os detalhes de cada um e o que observar caso você queria participar de um IPO.

Como vai funcionar o IPO do Pelé?

Serão vendidas dez cotas para uma conversa de 30 minutos com Pelé. Quem quiser garantir, precisará investir valores a partir de US$ 10 mil. As transações serão feitas por meio da plataforma Human IPO, e os encontros acontecem no dia 11 de agosto por videoconferência.   

No seu perfil oficial do Twitter, o ídolo comemorou a novidade: "Meus amigos, estou ansioso para conversar com vocês no @humanipo_app. Peça agora para ter uma reunião comigo! A arrecadação será destinada a apoiar a Fundação Pelé. Vamos marcar um lindo gol juntos!

IPO do Inter

Em 2018, o Inter fez a sua estreia na bolsa de valores do Brasil e se tornou o primeiro banco totalmente digital com ações listadas na B3. Com essa ação, o grupo abriu o capital, permitindo que investidores comprassem papéis da empresa e se tornassem sócios do negócio.

Mais recentemente, em 2021, a companhia realizou um follow-on – outro tipo de oferta pública – e levantou mais de 5,5 bilhões de reais. 

Com os recursos, o Inter vai investir para expandir o negócio e em inovação para continuar simplificando a vida dos clientes.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre investimentos, educação financeira e novos produtos

Gostou? Compartilhe