A bolsa de valores norte-americana faz parte do nosso imaginário cultural.

Afinal, quem nunca assistiu um filme que retrate os touros e ursos, com aquele ritmo frenético dos acionistas?

Mas a romantização nem sempre corresponde à realidade, né? Tampouco nos faz entender como elas realmente operam.

Por isso, vamos te explicar direitinho quais são as principais bolsas de valores norte-americanas e as diferenças entre elas. Vem com a gente 🏦

O que é a NYSE?

A NYSE, ou New York Stock Exchange, é a maior bolsa de valores dos Estados Unidos. Localizada em Manhattan, no famoso centro financeiro Wall Street, a NYSE foi criada em 1792 para a negociação de valores mobiliários.

O portfólio de ações da NYSE é bem variado, com empresas de diversos setores diferentes, como tecnologia, farmacêutica, consumo, entre outros.

Essa diversificação corresponde a um valor estimado de US$26.64 trilhões de dólares, a maior capitalização de mercado de uma bolsa de valores no mundo.

Para avaliar o desempenho das ações, ela utiliza o índice DIJA (Dow Jones Industrial Average), que foi criado em 1896 e ainda é um dos principais indicadores do mercado de ações norte-americano.

Nesse índice são avaliadas ações de empresas como Coca-Cola, Disney, McDonalds, Uber, Exxon, só para dar alguns exemplos.

Como a NYSE funciona? Como posso investir?

A NYSE não é meramente uma plataforma de negociação de ações. Muito pelo contrário. É uma empresa que tem lucros baseados na prestação de serviços de mediação do mercado financeiro.

Isso quer dizer que as ações da própria NYSE podem ser adquiridas por investidores.

Dois métodos de negociação são utilizados na Bolsa de Nova Iorque: corretores e trades eletrônicos. No entanto, independentemente do método, todas as transações realizadas são leilões.

Ou seja, compradores e vendedores leiloam títulos pelo preço mais alto, com corretores atuando como representantes de entidades que querem comprar ações.

Como posso investir na NYSE?

Diferente do S&P 500, não existem ETFs replicando os rendimentos da NYSE como um todo, apenas de ativos de índices de mercado exclusivos, através do Composite Index ou índices vinculado a bolsa.

Também é possível investir utilizando BDRs, que são ações de empresas americanas negociadas na bolsa brasileira. Logo, o investidor brasileiro pode comprar ações de empresas que estão na NYSE pela própria B3, através desses recibos.

O que é a NASDAQ?

A NASDAQ, ou National Association of Securities Dealers Automated Quotations, é o segundo maior mercado de ações dos Estados Unidos. Atrás apenas da NYSE.

Bem mais jovem que a concorrente, a NASDAQ foi criada em 1971 como uma opção que buscava métodos mais avançados e tecnológicos.

Seu portfólio é constituído principalmente por ações de empresas de telecomunicação, tecnologia, transportes e financeiro. Isto é, segmentos menos tradicionais e com risco mais elevado de investimento.

Entre as empresas que têm capital aberto na NASDAQ, por exemplo, estão as gigantes da tecnologia Google, Apple, Facebook, Amazon e Microsoft – conhecidos como GAFAM.

Índices da NASDAQ

Apesar de ter muitas empresas de tecnologia, esse não é o único segmento operado pela NASDAQ. Em função disso, há um sistema de índices refletindo cada setor da economia representado na bolsa.

No total existem 13 índices de cotações de títulos do sistema da NASDAQ. Esses são os principais:

  • Composite: principal índice da NASDAQ, listando todas as empresas da bolsa, com mais de 5 mil no total. Além disso, comporta empresas que não são domiciliadas nos Estados Unidos, o que faz dele o principal índice para quem quer investir no exterior.
  • Nasdaq-100: índice que inclui as cem empresas com maior capitalização negociadas na bolsa, excluindo o setor financeiro. A maior parte das empresas desse índice são do setor de tecnologia, com quase 60%.
  • Transportation Index: como o nome indica, índice exclusivo para o setor de transportes.
  • Financial-100 Index: índice para o setor financeiro, contemplando atividades bancárias, imóveis, hipotecas e negociações de valores mobiliários.
  • Biotechnology Index: índice responsável por avaliar o desempenho de ações de empresas da área de biotecnologia e farmacêutica.

Como investir na NASDAQ?

Da mesma forma que a NYSE, não existem ETFs que simulam os rendimentos da NASDAQ enquanto entidade. Caso opte por esse tipo investimento, é necessário selecionar algum dos índices de mercado.

Por exemplo, investindo no ETF que acompanham o índice do Nasdaq-100, seus rendimentos acompanham as 100 melhores empresas da bolsa.

Além disso, a NASDAQ, como a concorrente, permite investimento a partir de BDRs.

Diferenças entre NYSE e NASDAQ

Antes de tudo, existe uma diferença de perfil entre as duas. A NYSE mais tradicional, com segmentos mais consolidados, enquanto a NASDAQ é inovadora e mais ligada aos desenvolvimentos tecnológicos.

Mas as diferenças não param nisso. A NYSE possui perto do dobro de capitalização que a irmã mais jovem, apesar dessa disparidade nos setores de atuação. A capitalização da NYSE está próxima dos US$ 23 trilhões enquanto a NASDAQ movimenta “apenas” US$ 11 trilhões.

Essa diferença de capitalização não reflete a quantidade de empresas em cada uma. Já que a NYSE - a mais rentável - negocia com 2400 empresas, enquanto a NASDAQ lista em torno de 3800 empresas.

Mas talvez a diferença mais importante seja o custo de realização de IPO. O processo de abertura de capital na NASDAQ é mais barato e simples, facilitando o processo de lançamento.

Enquanto os custos da NASDAQ ficam entre 50 e 75 mil dólares, na NYSE pode alcançar impressionantes 500 mil dólares, o que definitivamente impacta a decisão das empresas.

Dúvidas frequentes sobre bolsas de valores

O que é a NYSE?

A NYSE é a maior bolsa de valores do mundo. Localizada em Manhattan nos Estados Unidos, é uma das mais famosas instituições para mediação de ações do mundo. Confira mais sobre as Bolsas Americanas.

O que é a NASDAQ?

A NASDAQ é a segunda maior bolsa de valores dos Estados Unidos. Criada em 1971, tem em seu portfólio mais empresas de tecnologia e telecomunicações. Entenda como funcionam as Bolsas Americanas.

Posso investir em bolsas americanas pelo Brasil?

Sim! Existem algumas formas de investir nessas bolsas estando no Brasil. Entre elas os ETFs e os BDRs. Saiba mais sobre as Bolsas Americanas

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre investimentos, educação financeira e novos produtos

Gostou? Compartilhe
Assuntos relacionados
De olho no mercado
Como diversificar uma carteira de ações

Veja como compor uma carteira de ativos que te trará resultado...

Leia mais