Para o empreendedor

Pessoa Física x Pessoa Jurídica: quais as diferenças?

Publicado em 30/09/2021

O primeiro passo para quem vai empreender é, ou deveria ser, abrir um CNPJ. A partir desse cadastro a pessoa deixa de ser só pessoa física perante a lei e passa a ser também pessoa jurídica, representando uma empresa ou organização.

Mas será que esse cadastro é a única diferença entre pessoa física e pessoa jurídica? Entenda a seguir.

O que é pessoa jurídica?

O termo “pessoa jurídica”, também conhecido como PJ, refere-se a uma entidade ou grupo formado por uma ou mais pessoas físicas/pessoas jurídicas, que exercem uma atividade comum e são registradas sob o mesmo CNPJ, como, por exemplo:

  • Empresas;
  • ONGs;
  • Partidos políticos;
  • Sociedades;
  • Fundações;
  • Igrejas.

Tipos de pessoa jurídica

No Brasil existem três classificações de pessoa jurídica: pessoas jurídicas de direito público interno e externo, que tem sua criação determinada por lei, e pessoa jurídica de direito privado, constituída por iniciativa dos fundadores.

A seguir, mostramos alguns exemplos de empresas que se enquadram em cada uma das classificações:

  • Pessoas Jurídicas de Direito Público Interno: União, estados e municípios, fundações públicas e demais entidades públicas;
  • Pessoas Jurídicas de Direito Público Externo: Estados estrangeiros e todas as pessoas regidas pelo direito internacional público, ex: ONU (Organização das Nações Unidas);
  • Pessoas Jurídica de Direito Privado: Empresas particulares e estatais em geral, independentemente do porte.

Tipos de pessoa jurídica do direito privado

Dentro de pessoas jurídicas de direito privado, as empresas ainda se dividem de acordo com a atuação:

  • Empresas individuais de responsabilidade limitada;
  • Sociedades;
  • Associações;
  • Fundações;
  • Organizações religiosas;
  • Partidos políticos.

E de acordo com o porte e faturamento:

  • Microempreendedor Individual (MEI): Faturamento até R$81 mil ao ano;
  • Microempresa (ME): Faturamento até R$360 mil;
  • Empresa de Pequeno Porte (EPP): Faturamento entre R$ 360 mil a R$ 4,8 milhões
  • Empresa de Médio Porte: de 50 a 99 funcionários no ramo de comércio e serviços, de 100 a 499 para indústrias. Não há limite de faturamento anual; 
  • Grande Empresa – a partir de 100 funcionários para comércio e serviços, a partir de 500 para indústrias. Também não há limite de faturamento anual.

Conheça os tipos de empresa e suas características.

Quais as diferenças entre pessoa física e pessoa jurídica?

Qualquer cidadão é considerado Pessoa Física a partir do momento que nasce, mesmo que não tenha CPF, enquanto Pessoa Jurídica se refere a entidades criadas com uma finalidade específica e precisam ser registradas para que possam existir perante a lei.

De forma resumida: sempre terá ao menos uma Pessoa Física responsável pela Pessoa Jurídica, mas ela terá direitos e obrigações diferentes ao exercer cada um desses papéis.

Outra diferença entre os dois são os registros necessários para o reconhecimento de cada um. Para Pessoa Física os principais documentos são Certidão de Nascimento e Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), no caso da Pessoa Jurídica é necessário o registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), além de inscrições municipal e estadual para que elas possam atuar.

Quais as obrigações da pessoa jurídica?

A partir do momento que é constituído e registrado uma empresa, a pessoa jurídica passa a ter obrigações legais para exercer suas atividades como o pagamento de impostos e obrigações trabalhistas.

Entre as principais obrigações, estão:

Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ)

O Imposto de Renda Pessoa Jurídica é aplicado nos três regimes tributários existentes: Simples Nacional, Lucro Real (LR) e Lucro Presumido (LP). A depender do regime tributário, o IRPJ poderá incidir sobre o faturamento ou sobre uma presunção do lucro.

Em empresas que se enquadram no Lucro Real, o imposto é calculado a partir do lucro e conta com alíquotas mais altas, podendo ser de até 15%, já nas empresas enquadradas no Simples Nacional, o IRPJ é calculado sobre o faturamento, e já está contido no DAS (Documento de Arrecadação Simples), que engloba outros tributos.

_ Conheça os principais impostos que o empreendedor paga no Brasil.

Emissão de notas fiscais

As empresas que formalizam suas atividades também precisam emitir nota fiscal para prestação de serviços. Esse documento servirá para que a Receita Federal e demais órgãos regulatórios tenham como fiscalizar a movimentação de mercadorias e serviços.

Custos com contratação de empregados

Entre os tipos de empresa, o MEI (microempreendedor individual) é o tipo de pessoa jurídica que terá que lidar menos com essa parte, uma vez que ele tem a restrição de contratar apenas uma pessoa.

Mas fato é, que outra obrigação legal das empresas são os encargos com empregados, quando decidir contratar no regime CLT. Alguns custos incluem:

  • Salário;
  • Encargos sociais (INSS e FGTS);
  • Férias;
  • Hora extra e adicional noturno;
  • Décimo terceiro salário;
  • Vale transporte*.

*Por ser um benefício sem natureza salarial o empregador pode descontar de 6% a 20% do valor do salário do empregado para arcar com o vale transporte.

Veja mais detalhes sobre o custo total de um empregado, caso tenha curiosidade de expandir seu negócio.

Ficou alguma dúvida sobre as diferenças entre Pessoa Física e Pessoa Jurídica? Comenta aqui! E para ter acesso a mais conteúdos sobre negócios confira a nossa seção “Para o empreendedor” ou consulte os posts relacionados. 

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre investimentos, educação financeira e novos produtos

Gostou? Compartilhe
Assuntos relacionados
Para o empreendedor
Leis trabalhistas: encargos de contratação e manutenção de empregados

Veja o que você precisa saber na hora de contratar um empregado!...

Leia mais
Para o empreendedor
O que é o Simples Nacional e quais suas vantagens?

Entenda o básico sobre esse regime de tributação ...

Leia mais
Para o empreendedor
Quais impostos o empreendedor paga no Brasil?

Você sabe quais impostos sua empresa paga e para que se destinam? Clique e descubra!...

Leia mais