Para simplificar a vida Inter Invest

Tudo sobre ETFs + lista de ETFs nacionais e internacionais

Publicado em 21/04/2021

Os Exchanged Traded Funds (ETF) são fundos de investimento passivos negociados em bolsa que, geralmente, replicam uma cesta de ativos ou um índice de mercado que pode ser nacional ou internacional.

O investimento já é bastante difundido no exterior, mas vem ganhando a atenção no mercado brasileiro, especialmente após a disponibilização de ETFs internacionais via BDRs pela B3 no início deste ano.

E o aumento do interesse é refletido nos números. Só de 2018 para 2019 os ativos sob gestão nos ETF’s negociados pelo mundo subiram de US$4,6 trilhões para US$6,2 trilhões, uma alta de 32%. No Brasil, já são R$37,5 bilhões sob gestão, de acordo com dados da B3.

Características importantes sobre os ETFs

Acessíveis

Por meio de um único ETF, o investidor pode ter acesso a diferentes classes de ativos como: ações, commodities, metais preciosos, títulos de renda fixa entre outros.

Transparentes

Desde o início, o investidor conhece os ativos que compõem o fundo e têm clareza sobre o índice replicado. Com isso, ele consegue acompanhar a performance do seu investimento, o que dá mais segurança para ele diversificar seu portfólio.

Custos menores

Por serem fundos indexados sem a necessidade de rebalanceamento constante como demais classes de fundos, os ETFs têm custos significativamente mais baixos quando comparado a outras opções de fundos indexados.

A negociação do ETF ocorre na Bolsa de Valores, assim como as ações. Logo, mesmo replicando um setor ou um índice específico, a cotação de um ETF no mercado também está sujeita a fatores como oferta e demanda e variação cambial.

A diferença dos ETFs para as ações é que eles não entram na Bolsa via IPO. Eles "nascem" por meio de transações efetuadas via grupos de investidores institucionais, previamente cadastrados, os chamados “participantes autorizados” (PA), que são autorizados por um emissor a criarem novas ações de ETFs, fazendo transações entre os emissores/patrocinador do ETF e o mercado.

E com relação à tributação:

Isentos de Imposto de Renda

  
Todos os ETFs são tributados em 15% sobre os ganhos e não existe isenção para volumes abaixo de R$ 20 mil, como acontece com as ações. Ao investir em ETFs, lembre-se de emitir o DARF pelo site da Receita Federal, e no momento da Declaração do IR, inclua-os nas abas de Bens e Direitos e Renda Variável.

Veja como declarar seus investimentos de renda variável aqui. 

Atenção para a liquidez

Ao adquirir um ETF, o investidor está sujeito às oscilações de oferta e demanda daquele ativo, assim como com as ações ou outros produtos de renda variável. Portanto, é de grande importância atentar para o volume de negociações do ETF que pretende investir para que consiga se desfazer de sua posição sem dificuldades quando o momento da venda chegar.

Vantagens de investir em ETFs

Baixo Custo

As taxas de administração e de corretagem de um ETF são mais baratas quando comparadas a fundos de investimento de gestão ativa.

Diversificação

Como falado, o investimento em ETFs permite acessar diversos tipos de mercados e ativos em um único investimento. Desde países, até mesmo diferentes setores, ou indústria, existem diversos tipos de ETFs para cada gosto ou estratégia.

Lembramos que uma estratégia de investimentos bem sucedida é aquela que mitiga os riscos e potencializa as oportunidades. É claro, que nem sempre você vai acertar, mas é importante ter uma carteira diversificada o suficiente para não colocar a perder todos os seus recursos, caso um movimento mais arrojado dê errado.

tabela com tipos de ETFs comercializados.
Tipos de ETFs

Como investir em ETFs

Vale lembrar que o ETF é um fundo, mas ele é um fundo fechado, assim como os Fundos Imobiliários.

O investimento é feito através do Home Broker: você entra na ferramenta e compra uma cota de fundo, igual você compraria uma cota de ações, sem o processo de aplicar e resgatar que é comum aos fundos abertos.

Veja o passo a passo para investir em ETFs pelo Inter:

  1. Na home do app clique em Investimentos;
  2. Na tela seguinte clique em Investir e em seguida em Renda Variável;
  3. Pesquise o ETF inserindo o código na barra de busca;
  4. Selecione o ETF, preencha a quantidade de cotas desejadas e clique em Investir.

O prazo de liquidação do ETF é de até 2 dias úteis, a partir da data da transação.

Vale a pena investir em ETFs?

Os ETFs podem ser considerados em qualquer estratégia de investimentos, pois dão acesso a diferentes classes de ativos, agregando diversificação em seu portfólio. Outro ponto positivo é que eles refletem o desempenho de um indexador ou de uma cesta de produtos, o que ajuda na hora de acompanhar a performance de seus investimentos.

Como qualquer ativo comercializado na Bolsa, eles têm alta volatilidade e oferecem riscos para o investidor, portanto, é preciso pesquisar bastante para encontrar um fundo diversificado, que conte com uma boa gestão e se encaixe em suas necessidades.

Para isso, você pode se orientar pelo nosso guia sobre ETFs. Para ter acesso a mais conteúdos assim, inscreva-se para receber os relatórios do nosso time de Research em sua caixa de entrada ou acesse a seção Conteúdo, no app do Inter.

Gostou? Compartilhe

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre investimentos, educação financeira e novos produtos