Fundos Internacionais são um tipo de investimento com ativos negociados fora do Brasil, que têm rendimentos associados a moedas estrangeiras.

Investindo em ações ou ativos internacionais, você se protege contra a desvalorização do real. Além disso, explora mercados externos e aumenta seu patrimônio a longo prazo.

Aplicações de fundos internacionais são parecidas com outros tipos de categorias de fundos, com investimentos em cotas e administração de um gestor.

Nesse artigo vamos te explicar direitinho como fundos internacionais funcionam e quais as vantagens desse tipo de investimento!

Como funciona um Fundo de Investimento Internacional?

Um fundo internacional tem parte ou o total de aplicações em ativos estrangeiros. Podem compor o fundo ações de empresas, índices, derivativos, títulos, moedas e outros tipos de ativo.

Fundos de investimento têm um gestor que administra o patrimônio investido e cada investidor compra uma parcela, ou cota. Dessa forma, quando há resultados no fundo, os investidores recebem seu rendimento proporcionalmente.

Como esse gestor é especializado, a seleção dos ativos geralmente apresenta segurança para o investidor.

Rendimentos

Os rendimentos dos fundos variam de acordo com os ativos que o compõem. Cada tipo tem sua própria característica.

Alguns fundos compostos apenas de Renda Fixa conseguem estabelecer rendimento previamente à aquisição. Já os compostos por Renda Variável oscilam mais de acordo com o mercado financeiro.

Já a movimentação do fundo cambial tem rendimentos associados principalmente a altas e baixas das moedas e a relação de valor entre elas.

Custos

Entre os custos envolvidos no investimento em fundos internacionais estão as taxas de administração para a corretora de valores responsável, os custos envolvidos na transação daqueles ativos e em alguns casos, também existe uma taxa de performance do fundo.

Tributos

A única diferença entre a tributação de fundos de investimento internacional em relação aos outros é a alíquota.

Os locais, com aporte em real, são tributados entre 15% e 22,5%, considerando o prazo máximo da aplicação. Já os fundos internacionais têm o tributo de 15% sobre o lucro em todos os casos.

Tipos de Fundos Internacionais

No mercado financeiro existem diversos fundos internacionais para investir. A escolha do certo depende do perfil do investidor. As possibilidades de investimento podem ser classificadas em três tipos: fundo de renda fixa, fundo de renda variável e fundo cambial.

  • Fundos de Renda Fixa: Maior parte da aplicação em títulos públicos e debentures de empresas multinacionais. Geralmente são atrelados a taxa CDI e possuem proteção da variação cambial.
  • Fundos de Renda Variável: Fundos com aplicações em stocks, ETFs e cotas de outros tipos de fundo de renda variável. Tem uma oscilação maior que os fundos de Renda Fixa.
  • Fundo Cambial: Fundos com investimentos atrelados a variação cambial de uma moeda de referência, geralmente o dólar.

Existe também a possibilidade de fundos compostos por mais de um tipo de ativo. Nesse caso, combinando os benefícios e desvantagens de cada um e assegurando uma maior diversificação da carteira.

Vantagens e Desvantagens de Investir

Como qualquer tipo de investimento, fundos internacionais também tem suas vantagens e desvantagens. É necessário avaliar as necessidades e objetivos do investidor antes de decidir qual opção é mais viável.

Vantagens:

A maior vantagem dos fundos de investimento internacional é a diversificação da carteira a partir de ativos e títulos estrangeiros. Isso permite ao investidor uma maior segurança em relação ao mercado nacional, já que seu patrimônio está atrelado a rendimentos internacionais.

Além disso, como um gestor é responsável pela seleção dos ativos e gerenciamento do fundo, é mais fácil investir. O gestor define as movimentações e momentos de compra e venda, então as obrigações de quem compra são mínimas.

Por último, fundos garantem a maior estabilidade pela diversificação na composição, já que pode acontecer um equilíbrio entre altas e baixas dos ativos. Também garante proteção contra a desvalorização da moeda local.

Desvantagens:

Como são compostos de diferentes ativos, os fundos podem ser arriscados em momentos de oscilações de mercado. No caso de Renda Variável, a rentabilidade é exposta a volatilidade do mercado.

Também é necessário ficar atento ao câmbio, pois sua rentabilidade está atrelada a variação do valor da moeda local em relação a moeda de referência do fundo. Em momento de alta da moeda local a rentabilidade pode não se manter.

Por fim, como os ativos são internacionais, é mais difícil acompanhar seu desempenho e compreender as dinâmicas que estão associadas ao mercado financeiro.

Como investir em Fundos Internacionais?

Não existem muitas diferenças na forma de investir em fundos internacionais. Basta ter uma conta em uma corretora que seja autorizada e buscar os fundos desejados, casso a corretora trabalhe com esse tipo de investimento.

Quando investir, algumas questões precisam de atenção, pois variam de fundo para fundo a partir da proposta de cada um, como:

  • Prazo da aplicação;
  • Valor mínimo;
  • Resgate da cota;
  • Resgate da liquidação;
  • Movimentação mínima;
  • Horário de aplicação e de resgate;
  • Tributos.

É importante considerar que rendimentos passados não garantem resultados, portanto, um fundo pode ter tido um bom resultado nos últimos 12 meses e não manter essa rentabilidade.

Porém, a análise desse rendimento passado pode ser uma boa forma de avaliação do fundo. Ela ajuda a entender como o fundo se comporta em cenários econômicos e como o gestor administra os ativos.

Antes de investir, vale a pena analisar seu perfil de investidor e procurar recomendações de investimento para seu objetivo. Contudo, investimentos no exterior são uma boa forma de diversificar sua carteira e se proteger contra a desvalorização do real.

Inter Lover, o fundo para quem quer investir no Inter em NY

Se você decidiu por investir em um fundo que aplica em ativos internacionais, nós temos um produto que combina a segurança da renda fixa com investimentos nas ações do próprio Inter negociadas nos EUA.

É o Fundo Inter Lover, disponível no seu Super App. Com aplicações a partir de apenas 1 real e resgate em d+4, ele ainda tem cashback de 50% da taxa de rebate direto na sua conta.

O fundo aplica até 20% de seus recursos em ações do Inter negociadas na Nasdaq, a mesma bolsa onde são negociadas as ações das principais empresas de tecnologia do mundo, como Google e Amazon. O restante é investido em títulos públicos brasileiros, bastante seguros e com rendimentos fixos.

Dúvidas Frequentes sobre Fundos Internacionais

O que são fundos internacionais?

Fundos Internacionais são um tipo de investimento que têm rendimentos associados a moedas estrangeiras. Com ativos negociados fora do Brasil, a rentabilidade é na moeda estrangeira. Investindo em ações ou ativos internacionais, você se protege contra a desvalorização do real. Além disso, explora mercados externos e aumenta seu patrimônio a longo prazo.

Saiba mais sobre esse tipo de investimento.  

Quais os tipos de Fundos Internacionais?

As possibilidades de investimento podem ser classificadas em três tipos: fundo de renda fixa, fundo de renda variável e fundo cambial.

  • Fundos de Renda Fixa
  • Fundos de Renda Variável
  • Fundo Cambial

Veja as características de cada um desses tipos.  

Como investir em fundos internacionais?

Não existem muitas diferenças na forma de investir em fundos internacionais. Basta ter uma conta em uma corretora que seja autorizada e buscar os fundos desejados, casso a corretora trabalhe com esse tipo de investimento.

Saiba o que levar em conta antes de investir em um fundo internacional. 

https://static.bancointer.com.br/blog/author/images/604c1ccd4dfa42329c2f5ad535bd4935_captura-de-tela-2022-05-27-as-155140.png
Thiago Henrique GomesAnalista de Conteúdo

Interessado em tecnologia, investimentos e cripto.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos completos sobre investimentos, educação financeira e novos produtos

Gostou? Compartilhe
Assuntos relacionados
Para simplificar a vida Inter Invest
6 dúvidas sobre investimentos no exterior

Você vai investir no exterior com mais facilidade e segurança depois desse texto ...

Leia mais
Para simplificar a vida Inter Invest
Como e por que investir no exterior?

Preparamos um material pra você entender como funciona os investimentos internacionais....

Leia mais
Para simplificar a vida Inter Invest
BDRs x Stocks: Qual é a melhor opção?

Estas são duas possibilidades de investimento na Bolsa America. Você sabe quais são as diferenças...

Leia mais
Para simplificar a vida Inter Invest
Invista em fundos e ganhe dinheiro de volta

Entenda como funciona a cashback para quem investe no Inter!...

Leia mais
Para simplificar a vida Inter Bank
Financiamento Imobiliário: o que você precisa saber

Preparando-se para o sonho do imóvel próprio. ...

Leia mais